De coração para Coração!

segunda-feira, março 03, 2014 Irismar Oliveira 1 Comments


As vezes vejo tanta 
exposição entre casais 
que chega a incomodar .

Será que tanta exposição é
necessária mesmo? Será que
precisamos nos despir diante 
de todos? 

Sou do tempo que as coisas
do coração era de coração
para coração. 

Quando recebíamos uma
carta do namorado(a) eram
pouquíssimas as pessoas que
tinham acesso a elas.

Sou do tempo em que as nossas 
declarações eram feitas em arvores,
onde eramos anônimos para os que 
por ali passassem. 

Um coração que ama saber ser discreto
Um coração que sabe amar sabe guardar.
Um coração que ama sabe proteger .

Um coração que ama é como os antigos 
filmes que para se revelarem precisavam
de lugar só pra ele.

Não sou radical de que hoje não podemos
fazer uma declaração, mas acho que tudo
com sensatez e equilíbrio é melhor de se 
ver e melhor de se ler. 

( By Irismar Oliveira)



Essa frase do Mário Quintava 
descreve bem o que quero falar: 

"Se tu me amas, ama-me 
baixinho Não o grites de cima dos 
telhados".


( observação o texto é de minha autoria 
só a frase final que é do Mário que usei para 
enriquecer meu texto.


____♥♥____


Você também pode gostar

1 comentários: